Publicado por: missoes2010 | 30 de abril de 2010

Reserva indígena Buriti, tribo Terena, Sidrolandia e Dois irmãos do Buriti – MS.

“È uma reserva indígena composta por sete aldeias, com uma população superior a duas mil pessoas, em seis delas existem igrejas evangélicas organizadas, mas na maior delas, que também tem o nome de Buriti, a igreja não conseguiu se estabelecer ainda. Visitamos nesta semana várias famílias e muitos foram os pedidos de oração em reconhecimento de nosso ministério na região, isto confirma que as portas não estão fechadas para o Evangelho, porém, é uma guerra espiritual, pois a feitiçaria tem sobrevivido nesta área da reserva e apesar de várias tentativas a igreja evangélica não tem conseguido se instalar nesta parte que é a mais populosa e tem dois templos pagãos onde são realizadas festas depravadas, em julho, setembro e outras datas que quase sempre atua como um laço do inimigo para a mocidade evangélica das aldeias vizinhas. Já há pessoas que confessarem ao Senhor Jesus, no entanto, precisam ainda de um trabalho de discipulado diferente do estilo adotado pelas igrejas, porque as prisões em suas vidas não permitem que os mesmos frequentem as igrejas das outras aldeias, apesar de desejarem. Essas prisões somente serão vencidas pela oração de cada um dos irmãos que o Senhor Jesus tem sensibilizado para bombardear os céus desta região com suas orações para que o processo corpo a corpo tenha sucesso total através de nossas vidas e das igrejas que já são militantes aqui.

O objetivo maior deste e-mail é falar da realidade desta guerra invisível no mundo espiritual, inclusive, nesta aldeia acontece de filmadoras e maquinam fotográficas de pessoas que nos visitam funcionarem somente debaixo de oração. Isto trás a consciência guerra real para qual precisamos atuar como CORPO DE CRISTO. Os que vão, os que oram e os que contribuem. Todos têm a mesma importância. Outro fator que tem chamado nossa atenção é a prosperidade que de alguma maneira tem nos alcançado quando comparamos com a situação que começamos aqui há 18 anos, tudo era tão rústico, meu carro era a ambulância, o transporte mais rápido, etc. hoje, vários carros circulam a aldeia, a televisão também chegou e outros benefícios da tecnologia, principalmente nas aldeias Terenas. Se comparado com as cidades ainda falta muito para chegarmos lá, principalmente com relação às estradas, mas a diferença principal do tempo do inicio é que aos poucos começamos valorizar mais a tecnologia, um pouco mais de conforto, mais do que o ESSENSIAL, a presença do doce ESPIRITO SANTO que sempre esteve no principio quando tudo era difícil para nossa carne, mas tudo era feito com alegria.

 

Às vezes sinto que a síndrome da igreja de Laodicéia quer entrar em nosso meio, peço orações fervorosas em nosso favor neste sentido. Que sejamos gratos pela propriedade que o Evangelho trouxe, mas saibamos que um dos maiores propósitos dessas benções é que levantemos daqui do MS um exercito de missionários para as tribos não contatadas e semi-contatadas de nossa nação e sem duvida Deus vai requere muito dos Terenas.

Quase que em oposição a toda esta prosperidade esta a tribo Guarani/Caiuwa, vizinhos nossos, onde o evangelho chegou na mesma época, mas principalmente por ter apresentado as características daquela aldeia Terena cheia de feitiçaria, esse povo não tem prosperado, vive abaixo da linha de pobreza e sua interação com a sociedade envolvente é dificílima. Não temos duvidas que para darmos sequencia com sucesso nos trabalhos que já temos feito precisamos primeiramente ganhar a batalha aérea, dos ares, ou seja, da feitiçaria e isto é feito pela oração, portanto que este pequeno relatório seja como óleo fresco em sua vida de oração por missões.”

Pr. Luiz e Meire

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: